Turquia anuncia plano de investimento e reforma para solucionar questão curda

Ancara, 5 fev (EFE).- O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou nesta sexta-feira um novo plano de investimentos e reformas para resolver o conflito curdo, que vive seu pior momento em uma década, com várias cidades sob toque de recolher.

O primeiro elemento deste plano de dez pontos será "psicológico" para reduzir a distância entre os conceitos de Estado e nação, disse Davutoglu na universidade de Mardin, uma das províncias do sudeste que é frequente palco de combates entre o Exército e o grupo armado Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK).

Impedir ataques e atentados mediante uma estratégia de "maior ordem pública", reformar a Constituição e lançar uma "mobilização social" são outros três pontos.

Também serão oferecidas indenizações às famílias que tenham tido que abandonar suas casas por causa do conflito armado, serão dadas gratificações aos trabalhadores e apoiados os negócios e empresas locais mediante investimentos, adiamento de impostos e créditos gratuitos.

Davutoglu prometeu que os bairros destruídos por fogo de artilharia, como o do sul em Diyarbakir, que está há dois meses sob toque de recolher, serão reconstruídos "protegendo seu caráter histórico".

Uma "estratégia de comunicação influente" contra o movimento curdo rebelde é o sétimo ponto da nova estratégia.

Também está previsto dar mais poder às instituições administrativas locais -uma das exigências do partido esquerdista pró-curdo HDP- mas exercendo um "controle estrito" para evitar que os fundos públicos fluam para as estruturas da guerrilha, como ocorre agora, nas Prefeituras do HDP, advertiu.

Davutoglu prometeu negociar com "o povo" através de instituições civis, mas não retomar nenhum processo com grupos rebeldes antes que deponham suas armas.

Um "movimento espiritual unificador" em todo Oriente Médio, Cáucaso e Bálcãs é o décimo e último ponto do plano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos