Emboscada em Damasco deixa 20 soldados sírios mortos

Cairo, 7 fev (EFE).- Pelo menos 20 membros das forças do regime sírio e milicianos morreram neste domingo em uma emboscada do rebelde Exército do Islã na região de Tel Suan, na periferia da capital, Damasco.

O diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abderrahman, disse à Agência Efe que as forças governamentais caíram na emboscada quando lançaram um ataque desde a sede da Brigada 39 para tentar tomar o controle de Tel Suan.

Os combatentes do Exército do Islã, que também conseguiram destruir dois veículos blindados do regime sírio, sofreram três baixas em suas fileiras.

Tel Suan está situada entre as cidades de Adra e Duma, na região de Ghouta Oriental, que é o principal reduto dos rebeldes nos arredores de Damasco, e especificamente do Exército do Islã.

O Exército do Islã é uma das maiores facções armadas da oposição da Síria e tem, além disso, representantes na Comissão Suprema para as Negociações (CSN), que participou de conversas de paz, promovidas pela ONU, em Genebra.

A Síria sofre há quase cinco anos com um conflito que já deixou mais de 260 mil mortos, segundo os últimos números do Observatório. EFE

se-mv/cd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos