EUA condenam lançamento norte-coreano e diz que tomará medidas necessárias

Washington, 6 fev (EFE).- O governo dos Estados Unidos condenou neste sábado o lançamento de um foguete de longo alcance realizado pelo regime da Coreia do Norte e disse que tomará "todas as medidas necessárias" para defender sua segurança e a de seus aliados perante as "provocações" do regime de Pyongyang.

Em comunicado, a principal assessora de segurança nacional do presidente Barack Obama, Susan Rice, pediu à comunidade internacional para permanecer unida para demonstrar à Coreia do Norte que suas ações "devem ter graves consequências".

Este lançamento de um foguete de longo alcance para pôr em órbita um satélite, que parte da comunidade internacional considera um teste balístico secreto, é "outra ação desestabilizadora e provocadora", segundo Rice.

"Além disso, constitui uma violação flagrante de múltiplas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas", acrescentou a assessora de Obama.

"Os programas de mísseis e armas nucleares da Coreia do Norte representam graves ameaças a nossos interesses, incluindo a segurança de alguns de nossos aliados mais próximos", continuou Rice.

O lançamento aconteceu por volta das 9h30 (hora local, 22h30 deste sábado em Brasília) a partir da base de Sohae, também conhecida como Dongchang-ri, no extremo noroeste do país, confirmaram fontes militares à agência sul-coreana "Yonhap".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos