R.Unido condena "energicamente" lançamento do foguete por Coreia do Norte

Londres, 7 fev (EFE).- O governo britânico condenou "energicamente" neste domingo o lançamento de "um míssil" pela Coreia do Norte e advertiu que buscará uma "resposta robusta" se o regime "continuar violando as resoluções da ONU".

"Condenamos energicamente o lançamento de um míssil por parte da Coreia do Norte", disse uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

A fonte garantiu que a "Coreia do Norte é plenamente consciente que múltiplas resoluções da ONU a proíbem do uso de tecnologia de mísseis balísticos".

"Trabalharemos com nossos aliados e parceiros para nos assegurarmos que haverá uma resposta robusta se a DPRK continuar violando estas resoluções", afirmou a porta-voz.

O 'Foreign Office' também empregará canais diplomáticos para reiterar à Coreia do Norte que "atos como este só servirão para isolar mais o país", acrescentou.

A Coreia do Norte afirmou hoje que realizou com sucesso o lançamento de um foguete de longo alcance e pôs em órbita o satélite espacial Kwangmyongsong-4 (Estrela Brilhante-4), um ato que a comunidade internacional considera um ensaio de mísseis disfarçado.

O satélite partiu na direção sul e entrou em órbita nove minutos e meio depois da decolagem e fez sua rota sobre a terra a uma altitude de 500 quilômetros, indicou a Administração para o Desenvolvimento Aeroespacial Nacional norte-coreana.

O governo da Coreia do Norte informou esta semana a vários organismos, entre eles a Organização Marítima Internacional em Londres, que planejava lançar este mês o "satélite de observação da Terra 'Kwangmyongsong' dentro do plano nacional de desenvolvimento espacial".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos