Combates no sudeste da Turquia matam 16 guerrilheiros curdos, diz Exército

Istambul, 8 fev (EFE).- Pelo menos 16 supostos membros da guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) morreram no domingo em combates com as Forças Armadas no sudeste da Turquia, informa nesta segunda-feira o Exército turco.

Seis dos supostos guerrilheiros foram mortos em Diyarbakir e outros dez em Cizre, na província de Sirnak, sob toque de recolher desde meados de dezembro.

Segundo o Estado-Maior turco, nos dois últimos meses um total de 749 "terroristas" foram "neutralizados", um número que incluiria mortos, feridos e detidos.

O partido esquerdista pró curdo HDP, terceiro do parlamento, contabiliza 99 "civis mortos" nestas mesmas.

Um deputado do HDP, Faisal Sariyildiz, denunciou hoje ao jornal "Cumhuriyet" que foram encontrados 30 corpos, sem sinais de disparos, em um edifício que foi incendiado na sexta-feira em Cizre durante combates entre membros das forças de segurança e guerrilheiros.

Segundo Sariyildiz, os mortos não estava armados e a Polícia disparou contra os que tentavam abandonar o edifício em chamas, e matou nove pessoas.

Segundo os meios de comunicação pró-governo, os nove mortos eram guerrilheiros que incendiaram o edifício enquanto tentavam fugir do cerco policial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos