Doze pessoas são encontradas vivas entre escombros após terremoto em Taiwan

Em Taipé (Taiwan)

O número de mortos após o terremoto de magnitude 6,4 que assolou Tainan, ao sul de Taiwan, subiu nesta segunda-feira (8) para 38, enquanto as equipes de resgate localizaram mais 12 sobreviventes entre os escombros.

Mais de 55 horas depois do terremoto, as equipes de socorro tentam entrar entre os escombros do edifício Weiguan Jinlong, o mais afetado pelo terremoto e onde estavam 36 dos 38 mortos, entre eles um bebê de apenas dez dias.

Uma equipe japonesa e outras duas chinesas estão cooperando com os taiuaneses na operação de salvamento e conseguiram resgatar mais de 310 pessoas, várias ainda vivas sob os escombros no edifício.

Entre os ainda 113 desaparecidos, segundo números do Serviço Nacional de Emergências, há quatro estudantes universitários que, suspeita-se, ficaram presos em outro prédio atingido, no distrito de Yongkang de Tainan, informaram os bombeiros da cidade.

"Meu filho falou comigo cinco minutos antes do terremoto e me disse que já ia voltar", disse a mãe de um dos universitários que podem ter ficado presos no elevador ou em outro local do prédio.

Também foram localizadas pelo menos outras 12 pessoas com sinais de vida.

O terremoto teve o epicentro localizado na aldeia de Meinung, no sul de Taiwan, a 16,7 quilômetros de profundidade, segundo o Serviço Meteorológico Central do território.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos