Japão apoia plano para montar sistema THAAD de mísseis na Coreia do Sul

Tóquio, 8 fev (EFE).- O Japão apoiou nesta segunda-feira a negociação iniciada entre Washington e Seul para instalar o sistema antimísseis americano THAAD em território sul-coreano, depois que a Coreia do Norte lançou na véspera um satélite a bordo de um projétil de longo alcance.

O ministro porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, disse em entrevista coletiva que Tóquio considera "apropriadas" as negociações entre as autoridades de Estados Unidos e Coreia do Sul.

Até agora Seul não tinha se pronunciado com clareza sobre o polêmico e custoso projeto para montar o THAAD, já que Pequim se opõe firmemente à medida, visto que inclui a colocação de radares de grande capacidade, que potencialmente poderiam captar informação militar confidencial em território oriental chinês.

Suga também considerou em declarações publicadas pela agência "Kyodo" que a assinatura de um pacto com a Coreia do Sul em matéria de troca de dados de inteligência é "vital", para vigiar mais de perto os movimentos do regime de Pyongyang, cujo projétil sobrevoou ontem território japonês.

A Coreia do Norte lançou um satélite ao espaço a bordo de um foguete, ação que a comunidade internacional considera um teste secreto de armas e uma violação das resoluções da ONU que exigem de Pyongyang que não realize lançamentos que usem tecnologia de mísseis balísticos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos