Merkel pede vias legais para que refugiados cheguem à Europa com segurança

Ancara, 8 fev (EFE).- A Europa deve abrir vias legais para a chegada de refugiados sírios ao continente se quer realmente acabar com o tráfico de pessoas e com a imigração ilegal e perigosa, disse nesta segunda-feira a chanceler alemã Angela Merkel em entrevista coletiva em Ancara.

"Se quisermos acabar com a imigração ilegal, devemos estar dispostos a receber de forma legal um certo volume de pessoas, especialmente refugiados sírios", disse Merkel.

"Se frearmos o fluxo ilegal, devemos encontrar um sistema de contingente para repartir a carga", insistiu a chanceler, em entrevista coletiva com o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, depois de se reunir durante várias horas com ele.

"Queremos compartilhar a tarefa: por um lado ajudar a Turquia com financiamento, mas sem que isso signifique que a Turquia tenha que ficar com todos os refugiados", recalcou Merkel.

"Queremos ter uma via legal e organizada", insistiu, ao mesmo tempo que recalcou que para outros muitos sírios é importante ficar perto de seu país de origem, por isso que devem ser gastos os 3 bilhões de euros que a União Europeia entregará à Turquia para atender os refugiados.

Merkel insistiu que trata-se de uma tarefa urgente. "Uma criança que quer ir ao colégio, não quer este colégio dentro de dois anos, mas agora".

Por isso, pediu 3 bilhões gastos com rapidez e de forma pouco burocrática.

A chanceler apontou que em sua reunião com Davutoglu esboçou a composição de um grupo de trabalho que desenhará o trabalho partilhado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos