Soldados afegãos morrem em atentado suicida no Afeganistão

Cabul, 8 fev (EFE).- Pelo menos quatro soldados afegãos morreram e outros 14 ficaram feridos depois que um suicida, que também faleceu no ataque, detonou nesta segunda-feira os explosivos que levava durante a passagem de um ônibus militar no norte do Afeganistão.

O atentado aconteceu por volta das 8h (horário local, 1h30 em Brasília) nas proximidades de uma base militar no distrito de Dehdadi, na província de Balkh, para onde o ônibus ia procedente de Mazar-e-Sharif, a capital da província, explicou à Agência Efe Munir Ahmad Farhad, porta-voz do governador da região.

Segundo o porta-voz, os feridos foram levados por pessoal do Exército afegão para vários hospitais.

Os talibãs reivindicaram o ataque suicida através de seu porta-voz, Zabiullah Mujahid, que afirmou que um de seus "mártires", Mahmoud Badar, detonou o colete que levava carregado de explosivos "no interior do ônibus".

"Dos 32 militares a bordo, uns trintena morreram ou foram feridos e o ônibus ficou muito danificado", detalhou Mujahid em sua conta oficial no Twitter.

O Afeganistão atravessa um de seus períodos mais violentos depois que no final de 2014 a Otan, que começou sua missão em 2001 após a invasão dos EUA que derrubou os talibãs, transferiu para as tropas afegãs a total responsabilidade da segurança no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos