ONU pede que Turquia reabra sua fronteira aos refugiados sírios

Genebra, 9 fev (EFE).- A Agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) pediu à Turquia nesta terça-feira que reabra sua fronteira aos refugiados sírios que fogem maciçamente da última ofensiva das forças do regime sobre Aleppo, no noroeste da Síria.

"Muita gente não recebe permissão para atravessar a fronteira, portanto pedimos à Turquia que abra sua fronteira aos civis da Síria que estão fugindo do perigo e que buscam proteção internacional, como fez desde que começou esta crise", disse à imprensa o porta-voz do organismo humanitário, William Spindler.

"Todos entendemos as preocupações (de Ancara) sobre um fluxo em massa" a mais de refugiados à Turquia, que atualmente abriga 2,5 milhões de sírios em seu território, acrescentou o porta-voz.

Spindler confirmou que a Turquia está oferecendo dentro da Síria ajuda aos deslocados de Aleppo, mas esclareceu que "isto não substitui a obrigação de dar proteção internacional" a quem foge de conflitos e perseguição.

O Acnur tem conhecimento de 5.000 refugiados abrigados em barracas de campanha no lado sírio da fronteira, perto do posto fronteiriço de Kilis, embora seja quase certo que o número de deslocados na região é maior.

"Eles receberam assistência do governo turco, mas não sabemos como esta ajuda foi distribuída nem sob que condições", declarou Spindler.

Por sua parte, o Programa Mundial de Alimentos (PMA), um dos maiores braços humanitários das Nações Unidas, confirmou que mais 30.000 pessoas fugiram de Aleppo rumo às cidades de A'zaz e Afrin, na fronteira com a Turquia.

"Os números variam rapidamente... Fazemos tudo o que podemos para levar mais alimentos, buscar novas rotas de acesso, seguimos levando ajuda da Turquia a essas áreas, mas a situação é muito volátil", explicou a porta-voz do PMA, Bettina Luescher.

A porta-voz acrescentou que muitas rotas que eram utilizadas para o transporte da ajuda humanitária estão cortadas e que por enquanto se presta socorro àqueles que conseguiram fugir de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos