Rússia convoca embaixador sul-coreano por plano de escudo antimísseis com EUA

Moscou, 9 fev (EFE).- A Rússia convocou nesta terça-feira o embaixador da Coreia do Sul por causa do planos desse país de instalar um escudo antimísseis com os Estados Unidos para enfrentar a ameaça nuclear que a Coreia do Norte representa.

A chancelaria russa informou que o vice-ministro de Relações Exteriores, Igor Morgulov, expressou ao diplomata sul-coreano "a preocupação" do Kremlin com a decisão de Seul de desdobrar na península coreana o sistema interceptador de mísseis de grande altura THAAD.

Assim como com o escudo antimísseis americano na Europa, a Rússia considera esse sistema uma ameaça direta para o país, que compartilha 20 quilômetros de fronteira terrestre com o regime comunista norte-coreano.

Uma fonte diplomática russa advertiu hoje que os THAAD podem provocar "uma corrida armamentista na região e um agravamento da tensão".

"O lançamento espacial (norte-coreano) foi uma boa desculpa para anunciar o início das negociações. Seul as justifica por sua própria segurança e os Estados Unidos pela obrigação de defender seus aliados", afirmou essa fonte.

A Rússia destacou que "os radares desses sistemas cobrem uma distância de dois mil quilômetros, o que significa que controlarão o espaço aéreo da Coreia do Norte e de algumas regiões russas".

"Isto é claramente um tijolo na criação de um escudo antimísseis global pelos Estados Unidos. Isso é algo que não cumprimentamos", acrescentou a fonte.

Após a Coreia do Norte lançar um satélite espacial, do que foi acusada de estar na verdade acobertando um teste com um míssil de longo alcance, a Coreia do Sul anunciou as negociações com os EUA para o desdobramento desse escudo, que também enfrenta a oposição da China.

A Rússia expressou no domingo um "firme protesto" pelo lançamento da Coreia do Norte, a quem acusou de "menosprezar o direito internacional".

O Kremlin condenou os testes nucleares anteriores realizados pela Coreia do Norte em 2006, 2009 e 2013, e reiterou nas últimas semanas que não aceitará que o regime stalinista dirigido por Kim Jong-un alcance status nuclear.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos