Sanders ganha sorvete para adoçar "redistribuição da riqueza" nos EUA

Marc Arcas.

Waterbury (EUA), 9 fev (EFE).- Em Vermont, estado que o elegeu senador, Bernie Sanders supera sua condição de político para se tornar um ícone, até o ponto que um dos fundadores da famosa rede de sorveterias Ben & Jerry's criou um sabor para adocicar sua campanha à presidência dos Estados Unidos.

O que há de inovador no "Bernie's Yearning" ("Desejo de Bernie", em tradução livre), como o sabor foi batizado por Ben Cohen, criador e um dos fundadores da Ben & Jerry's, não são os ingredientes. Afinal, segundo o próprio Cohen, trata-se de um sorvete tradicional de chocolate com menta. O que o diferencia é a distribuição deles no pote.

"Todo o chocolate está em cima, é onde está todo o dinheiro", explicou Cohen ao apresentar o sorvete, no qual o grande pedaço de chocolate na parte superior representa a parcela de 1% dos mais ricos que não deixam que os 99% restantes (a menta) progrida e consiga romper sua barreira.

Por isso, para comê-lo, é preciso realizar "o desejo de Bernie", ou seja, pegar uma colher dura, quebrar o pedaço de chocolate, dividindo-o em pequenas partes, e afundá-las sob a menta com a ajuda da colher para fazer a revolução e "redistribuir a riqueza".

Apesar de estar em um pote com as mesmas características dos comercializados pela empresa, o "Desejo de Ben" não é vendido nas lojas da Ben & Jerry's, nem na fábrica original na cidade de Waterbury.

Trata-se de uma aposta pessoal de Cohen (embora com a aprovação e apoio de seu sócio original, Jerry Greenfield), que decidiu elaborar o sorvete por conta própria e criou uma série única de 40 potes, 25 dos quais foram doados à campanha de Sanders.

Assim, o senador por Vermont, autoproclamado socialista e único adversário da ex-primeira dama Hillary Clinton na disputa pela indicação do Partido Democrata para uma candidatura às eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos, ganhou o apoio das duas pessoas provavelmente mais famosas de seu estado, Ben e Jerry.

Além da popularidade destes sorvetes, especialmente entre os jovens (uma das bases mais sólidas da campanha do senador), Sanders desfruta agora a ligação com dois empresários que sempre conhecidos por seu envolvimento com a comunidade e o alto grau de responsabilidade social de sua companhia.

Com sede em Burlington e fábrica em Waterbury, ambas em Vermont, a Ben & Jerry's destaca o fato de contar com fornecedores locais (a fábrica em Waterbury recebe todo o leite de vacas de Vermont), de respeitar o comércio justo, proteger o meio ambiente e envolver seus funcionários na vida comunitária.

Vermont elege Bernie Sanders para o Congresso americano sucessivamente desde 1990 e é o único estado com um senador que se proclama socialista. Muito popular em seu estado, o pré-candidato à presidência também é popular no vizinho New Hampshire.

A poucas horas das eleições primárias neste estado do nordeste dos EUA e que compartilha 443 quilômetros de fronteira com Vermont, Sanders lidera as pesquisas para a disputa local com mais de 10 pontos de vantagem sobre Hillary. Caso esta projeção se confirme nesta terça-feira, pode tirar definitivamente da ex-secretária de Estado o cartaz de favorita a conseguir a indicação partidária.

No entanto, e apesar da grande simpatia com a qual conta na região da Nova Inglaterra, as chances de Sanders chegar à presidência parecem ainda distantes, levando-se em conta o perfil ideológico do país como um todo.

Nas imediações da fábrica original da Ben & Jerry's, em Waterbury, há sobre uma pequena colina um cemitério dos "sorvetes mortos", no qual, sob lápides, estão "enterrados" os sabores que a empresa deixou de fabricar.

O que acontecer hoje em New Hampshire e durante os próximos meses no conjunto do país determinará se o "Desejo de Bernie" chegará às geladeiras dos americanos ou fará companhia ao sorvete de pêssego e o de chocolate com biscoito e manteiga de amendoim no cemitério de Waterbury.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos