Polícia prende 4 no Marrocos por formar célula jihadista

Rabat, 10 fev (EFE).- A polícia do Marrocos desmantelou uma nova célula jihadista formada por quatro membros, todos eles condenados por crimes de terrorismo, que planejava uma série de atentados no país, informou o Ministério do Interior nesta quarta-feira.

Os detidos viviam em quatro pontos diferentes do país, dois deles no norte, em Martil, e os outros em Meknes e Agurai, no centro do Marrocos.

Um dos quatro tinha viajado, supostamente após ser solto, à região sírio-iraquiana, e os outros três tentavam aproveitar sua "experiência de combate" no terreno para cometer atentados dentro do Marrocos.

Há no Marrocos cerca de 900 presos por crimes de terrorismo, segundo números revelados em novembro, e ultimamente vários organismos alertaram para a ausência de uma política de reinserção para os libertados, o que os torna mais passíveis de recaírem em círculos extremistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos