Após 40 dias dentro de reserva nos EUA, ocupantes armados se rendem

Washington, 11 fev (EFE).- Os últimos ocupantes armados que permaneciam dentro das instalações do governo na Reserva Natural de Malheur, no Oregon, nos Estados Unidos, se renderam pacificamente nesta quinta-feira, após 40 dias dentro do local.

Jeff Banta, da cidade de Elko (Nevada) e o casal Sean e Sandy Anderson, da cidade de Riggins (Idaho), deixaram a reserva e se entregaram sem resistência aos agentes do FBI que cercavam o lugar desde ontem.

Um quarto integrante, David Fry, de Ohio, em princípio se negou a sair e, após um tenso diálogo que durou várias horas com autoridades e mediadores, finalmente cedeu e se entregou às 11h (horário local, 17h em Brasília). O áudio da negociação, no qual ele fazia suas exigências e mostrava pensamentos suicidas, foi transmitido ao vivo e acompanhado por milhares de pessoas na Internet.

Em 2 de janeiro, um grupo de pessoas armadas ocupou a sede da reserva natural como parte de um protesto em apoio a dois fazendeiros condenados por fazer queimadas sem permissão em um terreno do governo. O líder do grupo, Ammon Bundy, e seu irmão Ryan foram detidos em 26 de janeiro, e pediram aos demais integrantes para abandonar a ocupação.

Após semanas de tensão que, inclusive levaram à morte um membro do grupo depois de uma troca de tiros com a polícia, o FBI decidiu ontem cercar a área onde eles estavam acampados na reserva para forçar uma negociar.

As negociações terminaram com um acordo para que eles se rendessem e entregassem as armas.

Também ontem, o fazendeiro de Nevada Cliven Bundy, pai do líder dos ocupantes, foi detido pelo FBI e está sob custódia. Tanto o FBI quanto a página oficial do Facebook do fazendeiro de Nevada confirmaram hoje sua prisão, que aconteceu ontem à noite, quando Bundy aterrissou no Aeroporto de Portland (Oregon).

O fazendeiro, conhecido desafiar o governo há anos ao se negar a pagar para que seu gado paste em terrenos federais, foi acusado hoje de seis crimes de conspiração e assalto pelo enfrentamento que teve com as autoridades em 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos