Dois soldados morrem em ataque contra campo da ONU no Mali

Bamaco, 12 fev (EFE).- Pelo menos dois soldados guineanos da ONU morreram nesta sexta-feira e 30 pessoas ficaram feridas em um ataque com foguetes contra um campo da Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma) na região de Kidal, no nordeste do país.

Segundo informaram à Agência Efe fontes da Minusma, o ataque aconteceu quando vários desconhecidos dispararam foguetes contra o campo e também causaram graves danos a um avião da missão.

As fontes acrescentaram que após o ataque começaram a chegar tropas de reforço das regiões próximas de Gao e Timbuktu, e que foram iniciadas operações de evacuação dos feridos.

Ainda se desconhece a identidade dos autores do ataque, mas várias fontes não descartam os jihadistas de Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) e seus aliados do grupo de Ansar Dine.

Por outro lado, fontes locais destacaram que o ataque obrigou os habitantes a ficar em suas casas e só se observa movimentos de tropas nas ruas e helicópteros da ONU, que sobrevoam a cidade.

Na sexta-feira passada quatro supostos jihadistas e um militar malinês morreram em um ataque terrorista na cidade de Timbuktu (nordeste), onde também cinco pessoas ficaram feridas, entre civis e militares.

A região do nordeste do Mali situada ao norte do rio Níger é reduto de diferentes grupos armados, tanto tuaregues independentistas como grupos jihadistas locais ou leais a AQMI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos