Morre aos 79 anos Antonin Scalia, juiz da Suprema Corte dos EUA

Washington, 13 fev (EFE).- O juiz da Suprema Corte dos Estados Unidos Antonin Scalia, conhecido por suas posturas conservadoras, morreu neste sábado, aos 79 anos, informou em comunicado o governador do Texas, Greg Abbott.

Scalia, designado para a Suprema Corte em 1986 pelo então presidente, Ronald Reagan, era católico, pai de nove filhos e tinha 33 netos.

Nascido em 11 de março de 1936 em Trenton (Nova Jersey), desde sua nomeação Scalia foi considerado um dos juízes do tribunal com posturas mais conservadoras.

"O juiz Scalia era um homem de Deus, um patriota, um firme defensor da Constituição e do Estado de Direito. Ele era uma rocha sólida que freou várias tentativas de distorcer ou nos separar da Constituição", considerou Abbott, do Partido Republicano, em comunicado.

"Sua lealdade à Constituição foi um exemplo, não só para juízes e advogados, mas para todos os americanos", acrescentou o governador, que expressou "as mais profundas condolências" à família do magistrado.

A Suprema Corte dos Estados Unidos é formada por nove juízes, com cargos vitalícios, e ao longo da história tomou decisões cruciais, como a legalização do casamento homossexual em todo o país e o fim da segregação racial nas escolas.

A morte de Scalia abre automaticamente a corrida para escolher um sucessor, que deve ser nomeado pelo presidente dos Estados Unidos Barack Obama, mas ser confirmado pelo Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos