Bombardeio da aliança árabe na capital iemenita deixa 18 mortos

Sana, 14 fev (EFE).- Pelo menos 18 pessoas, que acredita-se que pertenciam ao movimento rebelde iemenita dos houthis, morreram neste domingo e outras quatro ficaram feridas em um bombardeio aéreo em Sana da coalizão árabe, liderada pela Arábia Saudita.

Fontes de segurança explicaram à Agência Efe que o ataque destruiu um estoque de eletrodomésticos e uma oficina têxtil, situados no bairro Al Sheraton, no leste da capital iemenita.

O incêndio provocado no estoque afetou várias casas.

Os bombardeios da coalizão árabe no Iêmen começaram em março de 2015, quando os houthis tinham tomado o controle de grande parte do país e mantinham encurralado na cidade meridional de Áden o presidente, Abdo Rabbo Mansour Hadi.

Até o momento, a mediação da ONU para achar uma solução ao conflito não deu resultado e, desde dezembro, as conversas de paz estão suspensas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos