Leste da Europa dá ultimato à Grécia para que detenha chegada de refugiados

Praga, 15 fev (EFE).- República Tcheca, Eslováquia, Hungria e Polônia anunciaram nesta segunda-feira que, se a Grécia não conseguir cumprir seus compromissos até abril e proteger a fronteira da União Europeia (UE) da chegada de refugiados, impulsionarão uma estratégia para deter o fluxo migratório na Bulgária e na Macedônia.

"Damos à Grécia até abril, mas estou pessimista", disse o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, ao término da reunião desses países que integram o chamado grupo de Visegrado.

Fico também destacou que esse plano B será pactuado com os demais membros da UE e será proposto na cúpula comunitária que começa nesta quinta-feira.

O político social-democrata assegurou que seu país, que já tem 25 policiais fronteiriços na Macedônia, está disposto a enviar outros 300 agentes em três semanas para ajudar na proteção da fronteira.

Por sua vez, a primeira-ministra polonesa, Beata Szydlová, garantiu que o plano pactuado nesta mini cúpula centro-europeia não é uma "manobra contra ninguém".

Também não é, segundo disse, uma alternativa ao plano de ação estipulado por Bruxelas e impulsionado principalmente pela Alemanha, para que a Turquia freie o fluxo migratório em seu território em troca de 3 bilhões de euros para que atenda aos refugiados que fogem da guerra civil na Síria.

"Apoiamos o acordo entre Turquia e UE com um plano de ação, para regular a pressão migratória", afirmou o chefe do governo tcheco, Bohuslav Sobotka.

Sobotka ressaltou que espera-se que Ancara trabalhe "segundo as regras de Schengen".

Além disso, os países de Visegrado querem contribuir para "buscar essa solução conjunta, de maneira realista", declarou.

Para Viktor Orbán, primeiro-ministro húngaro, esse plano B será uma "segunda linha" de proteção perante o convencimento de que a Grécia não será capaz de deter a chegada de refugiados.

A chanceler alemã, Angela Merkel, já rejeitou a possibilidade de parar o fluxo migratório na Macedônia e defende que se deve atuar na fronteira exterior da UE, ou seja, entre Grécia e Turquia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos