Londres equipara ataques contra hospitais sírios com "crimes de guerra"

Londres, 16 fev (EFE).- O ministro de Relações Exteriores do Reino Unido, Philip Hammond, equiparou os ataques aéreos que atingiram vários hospitais no norte da Síria nos últimos dias com "crimes de guerra" e afirmou que devem ser investigados.

"Estou consternado que o regime de (Bashar Al) Assad e seus simpatizantes russos continuem bombardeando civis inocentes apesar do acordo alcançado na quinta-feira para uma cessação das hostilidades, ao mesmo tempo em que o enviado especial da ONU na Síria está em Damasco tentado aliviar os assassinatos e o sofrimento", afirmou Hammond em comunicado do Foreign Office.

O chefe da diplomacia britânica considerou ainda que a "Rússia tem que se explicar e demonstrar, com suas ações, que está comprometida a encerrar o conflito, em vez de avivá-lo".

Hammond fez um pedido "a todas as partes a assumir um compromisso para realizar progressos rápidos em direção a uma cessação de hostilidades, conseguir acesso humanitário e negociações mediante uma transição política, como foi acordado na reunião da semana passada em Munique pelo Grupo de apoio internacional da Síria".

Para o titular britânico de Relações Exteriores, "deve haver uma importante mudança no comportamento do regime sírio e de seus simpatizantes para os acordos alcançados em Munique se transformarem em realidade".

"As táticas empregadas pela Rússia estão fazendo com que um acordo político, e em consequência, a derrota do EI, sejam inclusive mais difícil de conseguir", acrescentou.

Também a ONU considerou hoje que o ataque deliberado contra centros médicos constitui um crime de guerra, de acordo com o direito humanitário internacional, em referência aos bombardeios registrados na segunda-feira contra quatro hospitais na Síria que causaram 50 mortos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos