Pacquiao revolta redes sociais ao dizer que gays são "piores que os animais"

Manila, 16 fev (EFE).- O boxeador filipino Manny Pacquiao despertou a indignação dos usuários de redes sociais ao afirmar que os homossexuais "são piores que os animais".

Em entrevista publicada na segunda-feira pelo portal "Bilang Pilipino", Pacquiao, que também é candidato a senador nas Filipinas, disse que "as mulheres são feitas para os homens e os homens são feitos para as mulheres".

"Você vê animais tendo relações homossexuais? Os animais são melhores, sabem distinguir entre homens e mulheres. Se aprovamos (o sexo de) homens com homens e mulheres com mulheres, isso significa que o homem é pior que um animal", comentou o pugilista em tagalo, o idioma local filipino.

As afirmações de Pacquiao agitaram as redes sociais nesta terça-feira e várias personalidades filipinas tacharam as afirmações de "bárbaras" e "tontas".

"Ele acaba de mostrar a todo o país o motivo pelo qual não deveríamos votar nele. Acho que ele é um ignorante e um hipócrita com preconceitos", disse em sua conta do Instagram Aiza Seguerra, um cantor e ator filipino transgênero.

O popular blogueiro americano Perez Hilton também se mostrou incomodado com as declarações do pugilista.

"Não há absolutamente nenhum motivo pelo qual denegrir as pessoas gays e compará-las com animais simplesmente porque seu amor é algo que você não pode aceitar", comentou.

A organização de defesa dos direitos humanos das Filipinas GABRIELA ressaltou nesta terça-feira em comunicado que os homossexuais, bissexuais e transgêneros merecem os mesmos direitos que o restante dos cidadãos.

"Pacquiao deveria perceber que se quiser tornar senador de todos os filipinos, deveria se educar na necessidade de proteger os direitos dos setores mais desfavorecidos", declarou a porta-voz do grupo, Arlene Brosas.

Longe de se retratar perante a onda de reações negativas, e em plena campanha eleitoral para o Senado, Pacquiao insistiu hoje em sua opinião.

"Não estou condenando ninguém, simplesmente estou dizendo a verdade do que diz a Bíblia", escreveu Pacquiao em um breve comunicado em sua conta de Facebook.

O pugilista filipino, que ganhou a admiração dos compatriotas por se consagrar como um dos melhores pugilistas da história, ganhou em sua carreira o título mundial em oito categorias diferentes e tem um histórico de 57 vitórias (38 por nocaute), 6 derrotas e 2 empates. EFE

hc/vnm

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos