Parlamento da Ucrânia votará moção de censura contra governo de Yatseniuk

Kiev, 16 fev (EFE).- Os deputados do parlamento da Ucrânia votarão uma moção de censura contra o governo liderado pelo primeiro-ministro Arseni Yatseniuk depois que os parlamentares, muitos da coalizão governamental, conseguiram reunir nesta terça-feira as assinaturas necessárias para submeter a cassação do Executivo à votação.

O líder do partido Bloco de Petro Poroshenko (do presidente ucraniano), Yuri Lutsenko, registrou a moção de censura ao reunir hoje mesmo 159 assinaturas dos deputados, nove a mais que o mínimo exigido para submeter esta medida à votação, informou a imprensa local.

São necessários os voto favoráveis de pelo menos 226 dos 450 parlamentares que formam o parlamento para que prospere a moção de censura.

A votação, que se aprovada provocará a destituição automática do governo, pode acontecer hoje mesmo, anunciou o presidente do parlamento, Vladimir Groisman.

Pouco antes, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, havia recomendado ao governo que renuncie ao constatar que "a sociedade retirou a confiança" sobre gabinete de ministros.

"A sociedade decidiu claramente que houve mais erros que acertos. E está claro que as reformas só podem ser realizadas por um governo que conte com a confiança dos cidadãos. Para restaurar a confiança já não basta um tratamento, é preciso cirurgia", disse Poroshenko em mensagem à nação.

O próprio Yatseniuk, que apresentou hoje o relatório anual de gestão de seu governo, deixou claro que não tem intenção de renunciar e assegurou que seu Executivo "está pronto" para continuar trabalhando nas reformas que o país necessita.

"Sabemos perfeitamente que há descontentamento com o governo, o parlamento e todas as instituições ucranianas. Aceitaremos qualquer decisão deste parlamento", declarou durante seu discurso o primeiro-ministro, que reconheceu que essa poderia ser sua última fala perante o parlamento como chefe do Executivo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos