Paquistão estima que há 45 grupos terroristas em seu território, mas não o EI

Islamabad, 17 fev (EFE).- O ministro do Interior paquistanês, Chaudhry Nisar Ali Khan, estimou que neste momento 45 grupos terroristas operam no país e que algum deles pode usar o nome do Estado Islâmico (EI), mas ressaltou que essa organização não tem presença própria no país.

"Se o EI tem realmente presença no Paquistão, então precisamos identificá-los", disse o ministro em um encontro ontem com jornalistas, segundo informa nesta terça-feira a televisão "Geo".

O político indicou que "não existem" altos cargos do EI no Paquistão, mas não descartou que membros desses 45 grupos terroristas paquistaneses deixem sua organização e comecem a usar o nome do EI.

O político ressaltou que supostos membros do EI detidos em solo paquistanês faziam parte de grupos locais como Jamaatud Dawa, Lashkar-e-Jhangvi ou Hizb-e-Islami.

O ministro contradizia assim as declarações realizadas há uma semana pelo diretor-geral da Polícia de Inteligência do Paquistão, Aftab Sultan, quem afirmou que o Estado Islâmico é uma crescente ameaça para o país asiático.

Sultan precisou, além disso, que centenas de paquistaneses estão sendo recrutados para viajar à Síria e se unir ao EI.

Nos últimos meses no Paquistão se debate se o EI opera no país, com declarações contraditórias por parte das autoridades.

Um grupo que usava o nome do EI atribuiu a responsabilidade de um ataque em maio do ano passado na cidade paquistanesa de Karachi no qual morreram 45 membros da minoria ismailita da ramo xiita do islã.

O governo dos Estados Unidos declarou em janeiro "organização terrorista estrangeira" ao grupo ISIL-Khorasan (ISIL-K), filiado aos jihadistas do EI no Afeganistão e Paquistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos