Obama prepara viagem a Cuba em março, segundo imprensa dos EUA

Em Washington

  • Mike Blake/Reuters

    Se viagem for confirmada, Obama será o 1º presidente dos EUA em atividade a pisar na ilha caribenha em 80 anos

    Se viagem for confirmada, Obama será o 1º presidente dos EUA em atividade a pisar na ilha caribenha em 80 anos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está preparando uma viagem a Cuba em março, segundo informaram nesta quarta-feira (17) as emissoras de televisão americanas ABC News e CNN, que citaram fontes não reveladas, o que o transformaria no primeiro presidente americano em atividade a pisar na ilha caribenha em 80 anos.

Segundo a ABC News, o anúncio oficial da viagem será feito amanhã na Casa Branca por parte de um funcionário do alto escalão do Conselho de Segurança Nacional dos EUA. No entanto, fontes do governo não confirmaram essa informação à Agência Efe.

A visita de Obama a Cuba seria o ponto mais alto do processo de normalização de relações anunciado pelas administrações cubana e americana em 2014, e a primeira vez que um presidente dos Estados Unidos em atividade pisaria em território cubano desde a viagem de Calvin Coolidge em janeiro de 1928.

No contexto desse restabelecimento de relações, ontem mesmo Cuba e EUA assinaram um histórico acordo sobre aviação civil que permitirá uma conexão regular de voos comerciais entre os dois países pela primeira vez em mais de cinco décadas.

O acordo representa um potencial de dezenas de conexões diárias de ida e volta, com 20 voos por dia a Havana e 10 voos diários a outros aeroportos da ilha, em rotas que durante cinco décadas só foram operadas por companhias charter, que poderão continuar funcionando como até agora.

A partir da assinatura do acordo, abre-se o processo de licitação para que as companhias aéreas americanas apresentem suas solicitações ao Departamento de Transporte do país para as rotas que gostariam de operar, um processo que os funcionários norte-americanos esperam que seja concluído o mais rápido possível.

Além disso, no último ano, Cuba e EUA também reabriram suas respectivas embaixadas e assinaram convênios sobre proteção ambiental e para restaurar o serviço postal direto entre os dois países.

Obama, por sua vez, flexibilizou restrições ao comércio de alguns bens e às viagens, mas o embargo e a proibição do turismo na ilha ainda seguem vigentes, e só poderão ser suspensos com a autorização do Congresso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos