Papa Francisco voa rumo a Roma após visita intensa e emotiva ao México

Ciudad Juárez (México), 17 fev (EFE).- O papa Francisco partiu nesta quarta-feira para Roma de Ciudad Juárez, a última etapa de uma visita intensa e emotiva ao México, na qual abordou os problemas do país, desde o narcotráfico até o drama da migração.

O pontífice, visivelmente alegre, se despediu no Aeroporto Internacional Abraham González do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, de sua esposa, Angélica Rivera, e de cerca de 5 mil fiéis que compareceram à cerimônia para lhe dar o adeus.

O som dos mariachis voltou a estar presente, assim como ao longo de toda a visita, para dar o adeus ao líder da Igreja Católica, que se reuniu em particular com o presidente mexicano durante alguns minutos, antes de embarcar no avião da Aeroméxico, batizado de "Missionário de paz".

No tapete vermelho que levava à aeronave, Francisco foi abraçado por um grupo de crianças que lhe entregaram um cartaz que dizia: "Sua Santidade, nós mexicanos rezamos pelo senhor, que o senhor reze por nós".

Em seguida, uma fanfarra militar interpretou os hinos do México e da Santa Sé, e as comitivas oficiais se despediram.

Em meio à ovação de fiéis que sacudiam lenços brancos e cantavam "Francisco, irmão, você já é um mexicano" e à dança de um grupo folclórico, o papa partiu às 19h38 locais (0h38 de Brasília da quinta-feira) na aeronave em que chegou esta manhã, procedente da capital mexicana.

"Senti-me amparado, acolhido pelo carinho, pela esperança desta grande família mexicana. Obrigado por abrirem as portas de suas vidas para mim", disse Francisco através do Twitter pouco antes de o avião decolar rumo ao Vaticano.

A presidência mexicana também utilizou essa rede social para enviar uma mensagem ao pontífice: "O México diz 'até breve' a Sua Santidade, o papa Francisco".

Em sua última missa no país, celebrada a poucos metros da fronteira com os Estados Unidos, Francisco disse hoje que viu "luzes" entre os mexicanos "que anunciam esperanças", e agradeceu aos que tornaram "possível esta peregrinação".

"A noite nos pode parecer enorme e muito escura, mas, nestes dias, pude constatar que neste povo existem muitas luzes que anunciam esperança", acrescentou o papa.

Durante sua visita ao México, na qual percorreu seis localidades em cinco dias, o papa argentino se reuniu com crianças, jovens, presos, indígenas, vítimas da violência, migrantes, trabalhadores, empresários, políticos e autoridades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos