Rajoy diz que o mais provável é que haja novas eleições em junho na Espanha

Bruxelas, 18 fev (EFE).- O presidente do governo interino da Espanha, Mariano Rajoy, afirmou nesta quinta-feira ao primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e outros líderes europeus que o mais provável é que haja novas eleições gerais no país no dia 26 de junho.

Rajoy comentou a situação política espanhola em algumas das conversas que teve com vários chefes de Estado e do governo da União Europeia (UE) por ocasião da reunião do Conselho Europeu.

Junto às imagens nas quais se vê conversando com Cameron é possível escutar o chefe do Executivo espanhol explicar-lhe que a sessão de posse à qual se apresenta o líder do PSOE (socialista) terminará com uma votação no Congresso no dia 5 de março.

"Eu acredito que não vai conseguir", acrescentou Rajoy antes de dizer a seu colega britânico que "o mais provável é que haja eleições em 26 de junho".

Essa é a data na qual deveriam ocorrer os pleitos se ninguém conseguir superar uma sessão de posse dois meses depois da primeira votação à qual vai se submeter Sánchez.

Ao saber da data de 26 de junho, Cameron disse a Rajoy que esse pode ser também o dia do referendo que pretende convocar no Reino Unido para que os britânicos se pronunciem sobre sua permanência na UE.

Rajoy também expressou sua impressão de que será preciso repetir as eleições na conversa que teve com o primeiro-ministro da Estônia, Taavi Roivas.

Nas imagens dessa conversa é possível escutá-lo comentando que a situação está complicada e é provável que seja preciso convocar novas eleições.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos