Aviões americanos bombardeiam acampamento do EI na Líbia

Washington, 19 fev (EFE).- Aviões americanos bombardearam nesta sexta-feira um acampamento da organização terrorista Estado Islâmico (EI) na Líbia para desmantelar um grupo de radicais tunisianos que supostamente estavam relacionados com os dois atentados realizados no ano passado em Túnis, informou o jornal "The New York Times".

O ataque teve como alvo um acampamento perto de Sabratah, a oeste de Trípoli, onde morreram mais de 30 membros do EI, segundo o jornal que cita fontes oficiais.

A maior parte dos mortos eram militantes do EI procedentes da Tunísia, segundo as fontes que pediram o anonimato.

Os serviços de inteligência americanos tentam determinar se na operação morreu Nouredine Chouchane, um dos principais dirigentes do EI na região e vinculado diretamente com os dois atentados que os jihadistas realizaram na Tunísia no ano passado.

Fontes de segurança da cidade de Sabratah informaram à Efe do ataque aéreo no qual, segundo disseram, morreram pelo menos 40 pessoas, algumas delas mulheres e crianças.

A maior parte dos mortos são estrangeiros, já que nessa região da Líbia há muita presença de grupos afins ao EI com recrutas estrangeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos