Cameron acredita que acordo com UE é suficiente para recomendar o "sim"

Bruxelas, 19 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse nesta sexta-feira que o acordo alcançado com os parceiros comunitários é suficiente para fazer a campanha pelo "sim" à permanência do país na União Europeia (UE) no referendo.

"Acho que isto (o acordo) é suficiente para recomendar que o Reino Unido siga na União Europeia", tendo "o melhor de cada mundo", afirmou Cameron em entrevista coletiva ao término do Conselho Europeu.

Cameron, que nesta noite voará a Londres para se reunir amanhã com seu gabinete, esclareceu que este acordo permite ao Reino Unido participar das questões que considere necessárias dentro da UE e ficar de fora de outras como o euro, os resgates financeiros ou um potencial exército europeu.

Destacou também que os outros 27 líderes europeus se comprometeram a realizar "reformas concretas" nas quatro questões em que Londres reivindicava mudanças: a governança econômica, a competitividade, a soberania e os benefícios sociais e livre circulação.

Cameron reconheceu que ainda tem dúvidas sobre a UE como organização, mas considerou que dado o contexto de instabilidade econômica não é o momento de o país abandonar o clube comunitário.

"Não digo que não poderíamos sobreviver fora da UE", refletiu, mas disse que não é o momento de acrescentar um risco à economia britânica, enquanto garantiu que o país será "mais forte" e "estará mais seguro dentro de uma UE reformada".

O primeiro-ministro britânico afirmou que vai a lutar "com coração e alma" na campanha pelo "sim" no referendo, no qual os britânicos terão que decidir sobre a permanência ou não na União Europeia.

Cameron comentou que os compromissos adquiridos hoje são "legalmente vinculativos e irreversíveis" e reconheceu que ainda há muito a ser feito, adiantando que "em breve" apresentará novas reformas para garantir o novo status do país.

"Não há nada neste acordo que impeça que se produzam mais reformas", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos