Ataque na Caxemira indiana deixa 2 policiais mortos e 10 feridos

Nova Délhi, 20 fev (EFE).- Pelo menos dois policiais morreram e dez ficaram feridos neste sábado em um ataque de supostos insurgentes na Caxemira indiana, que ainda segue em andamento.

A ação, aparentemente realizada por três insurgentes, aconteceu no distrito de Pulwama, no estado de Jammu e Caxemira contra um ônibus da Força Central de Reserva Policial (CRPF), na sigla em inglês), disse um oficial de polícia da região à agência indiana "Ians".

O veículo circulava por uma estrada quando foi atacado e se desencadeou um tiroteio no qual 12 membros desta corporação ficaram feridos, dois dos quais morreram depois e os outros dez foram transferidos a um hospital.

Os insurgentes se refugiaram depois em um instituto de educação próximo no qual havia cerca de 150 pessoas, entre alunos e funcionários, e que foi evacuado enquanto era rodeado por forças de segurança, que trocaram disparos com os criminosos, segundo a fonte.

O incidente acontece uma semana depois que dois soldados e quatro supostos insurgentes morreram em um enfrentamento na Caxemira indiana.

A Índia acusa o Paquistão de permitir a entrada na Caxemira indiana de insurgentes armados para fomentar as aspirações separatistas desta região, cujo território é dividido por ambos países.

As duas nações travaram várias guerras por este território, separado por uma Linha de Controle (LoC) ou fronteira provisória que divide as duas Caxemiras e que é uma das áreas mais militarizadas do mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos