Bombardeio americano mata 4 membros da Al Qaeda no Iêmen

Sana, 20 fev (EFE).- Quatro membros da organização terrorista Al Qaeda morreram neste sábado no bombardeio de um avião não-tripulado dos Estados Unidos na província de Shebua, no sudeste do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes tribais da região.

As fontes assinalaram que o drone atacou um veículo 4x4 no qual viajavam quatro homens por um caminho montanhoso na região de Al Aqala, na região de Shebua, situada a 570 quilômetros ao sudeste da capital Sana.

As mesmas fontes afirmaram que o veículo ficou completamente destruído e que os corpos de seus ocupantes foram encontrados carbonizados no local do bombardeio.

O ataque aconteceu poucas horas depois de combatentes da Al Qaeda tomarem o controle da cidade de Ahwar, na província de Abian, vizinha a Shebua, após enfrentamentos com milicianos ligados ao governo do presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi.

A organização terrorista aproveitou a deterioração da segurança para expandir-se nas áreas do sul do Iêmen que foram recuperadas nos últimos meses pelas forças leais a Hadi, após expulsar os rebeldes houthis.

No último dia 6 de fevereiro, Al Qaeda na Península Arábica (AQPA) reconheceu a morte de um de seus líderes, Jalal Blaidi, junto a cinco de seus companheiros em um bombardeio de um avião não-tripulado americano, também na província de Shebua.

Al Qaeda no Iêmen é considerada pelos Estados Unidos um dos braços mais perigosos e ativos da rede terrorista internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos