Cameron diz que anunciará data do referendo depois de reunião com Gabinete

Londres, 20 fev (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, confirmou que anunciará ainda neste sábado, depois de se reunir em Londres com seu Gabinete de governo, a data do referendo no qual os britânicos decidirão sobre a saída ou permanência da União Europeia (UE).

"O Gabinete debaterá nesta manhã o novo status especial do Reino Unido dentro da União Europeia. Depois, anunciarei a data prevista para o referendo", escreveu Cameron no Twitter antes de começar o encontro em Downing Street, sua residência e escritório oficiais em Londres.

Essa reunião dará o tiro de largada para a campanha prévia à consulta, na qual os membros do governo terão liberdade para opor-se à linha oficial - previsivelmente a favor da União - e defender a saída da UE.

O ministro das Finanças do Reino Unido, George Osborne, afirmou hoje que o acordo alcançado com Bruxelas reúne "o melhor dos dois mundos" para o Reino Unido.

"Temos os benefícios do livre-comércio sem as cargas de estar na zona do euro. Temos os benefícios da liberdade de movimentos e viagem e, ao mesmo tempo, lidamos com a cultura do subsídio que quer conseguir algo em troca de nada", sustentou Osborne em entrevista à rede "BBC Radio 4".

Após o pacto com os 27 membros comunitários, o Reino Unido é "mais forte" e está "mais seguro" dentro do bloco, da segundo o ministro, para quem "a alternativa é atirar-se rumo à escuridão" e representa vários "riscos para o país e sua economia".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos