Oposição armada síria aceita trégua temporária com condições

Riad, 20 fev (EFE).- As principais facções armadas da oposição síria aceitaram "em princípio" neste sábado uma trégua temporária na Síria, embora com condições, depois que tenha expirado o prazo estipulado por Estados Unidos e Rússia para um cessar-fogo no país árabe.

A Comissão Suprema para as Negociações (CSN) emitiu um comunicado de sua sede na Arábia Saudita no qual assinalaram essa disposição, com a condição de que a trégua seja aplicada com intermediação e garantias internacionais.

Ao mesmo tempo, se mostrou desconfiada que o regime do presidente Bashar al Assad e seus aliados - principalmente, a aviação da Rússia - vão respeitar uma cessação das hostilidades.

"As facções opositoras aprovam esta trégua devido a seu desejo de responder positivamente aos esforços internacionais para cessar o derramamento de sangue sírio e para pôr fim aos bombardeios aéreos contra os civis que provocam o deslocamento de dezenas de milhares de sírios", destacou o comunicado emitido após uma reunião com o coordenador da CSN, Riad Hiyab.

No entanto, a CSN afirmou que a trégua "não entraria em vigor sem a suspensão dos combates entre as diferentes partes ao mesmo tempo, a suspensão do bloqueio e a chegada de ajuda humanitária, e a libertação dos presos políticos, especialmente crianças e mulheres".

Essas condições foram colocadas na reunião do Grupo Internacional de Apoio à Síria que aconteceu no fim de semana passado em Munique.

Hiyab destacou na nota que não acredita que o regime e as forças aliadas respeitem a trégua nem aceitem a cessação de hostilidades, já que sua permanência no poder "depende dessas atrocidades" e considerou que Damasco "não tem interesse em encontrar uma solução política" ao conflito.

EUA e Rússia anunciaram no último dia 11 um acordo para conseguir um cessar-fogo na Síria em uma semana, prazo já expirado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos