Patriarca Kirill conclui em São Paulo histórica viagem pela América Latina

São Paulo, 21 fev (EFE).- O patriarca Kirill da igreja ortodoxa da Rússia concluiu neste domingo em São Paulo sua viagem de 11 dias por quatro países da América Latina durante a qual teve um histórico encontro em Havana com o papa Francisco.

O patriarca de Moscou e de toda Rússia, principal líder mundial da igreja ortodoxa, conduziu hoje uma liturgia magna na Catedral Ortodoxa Metropolitana Antioquina.

Na cerimônia, de cerca de três horas, o líder religioso disse que o Brasil pode construir com sucesso uma sociedade justa, mas desde que alie o poder do conhecimento, da educação e da tecnologia com o poder da oração e da fé para acabar com a pobreza e elevar a qualidade de vida da população.

O patriarca também voltou a manifestar sua preocupação com os cristãos atualmente perseguidos em países do Oriente Médio e alertou que uma paz duradoura está vinculada à justiça e não à violência.

"A guerra e a violência nunca conseguirão uma paz duradoura. A paz duradoura está sempre associada com a justiça", disse em seu sermão deste domingo.

Antes de embarcar em São Paulo de volta a Moscou com toda sua delegação, Kirill visitará a Igreja Ortodoxa Russa de Nossa Senhora da Anunciação, localizada no tradicional bairro do Ipiranga.

Com entre 3.000 e 4.000 fiéis ortodoxos, em sua maioria imigrantes estabelecidos no estado de São Paulo, o Brasil foi o último país latino-americano na viagem do líder da igreja ortodoxa russa, que conta com 150 milhões de seguidores no mundo todo.

O périplo latino-americano de Kirill incluiu também visitas a Paraguai, Chile e Cuba, onde participou no último dia 12 de fevereiro de um encontro histórico com o papa Francisco e também se reuniu com o ex-líder cubano Fidel Castro.

A reunião no aeroporto de Havana com Francisco foi a primeira de um pontífice católico e um líder da Igreja ortodoxa desde o cisma de 1054.

Kirill iniciou sua visita ao Brasil na sexta-feira por Brasília, onde se reuniu com a presidente Dilma Rousseff, e no sábado liderou uma cerimônia ecumênica aos pés do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, onde também teve um encontro com o arcebispo e cardeal da cidade, dom João Orani Tempesa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos