Sacerdote hindu é morto a facadas em ataque contra templo em Bangladesh

Daca, 21 fev (EFE).- Um sacerdote hindu morreu neste domingo após ser esfaqueado em um ataque contra um templo no norte de Bangladesh, no qual também ficaram feridos dois fiéis, na primeira ação deste tipo em 2016 no país de maioria muçulmana após um ano de atentados seletivos, informou à Agência Efe uma fonte policial.

O ataque aconteceu no distrito de Panchagarh, na cidade de Rangpur, perto da fronteira com a Índia. De acordo com a imprensa local, pelo menos três agressores lançaram pedras, atiraram e explodiram artefatos de baixa intensidade no local.

O religioso, de 50 anos, foi atacado no pescoço e não resistiu aos ferimentos. Os criminosos fugiram do local usando uma moto. Por enquanto, nenhum grupo extremista reivindicou a ação, que acontece após semanas sem qualquer registro de incidentes de violência significativos no país.

Bangladesh, onde cerca de 90% dos 160 milhões de habitantes é muçulmano, experimentou em 2015 um onda de atentados seletivos contra blogueiros e pensadores, cidadãos estrangeiros e representantes, além de templos de religiões e seitas islâmicas minoritárias. Alguns desses ataques foram supostamente reivindicados pelo grupo Estado Islâmico (EI), embora a polícia e o governo sempre tenham negado a presença dessa organização em seu território.

A comunidade hindu é a minoria religiosa mais importante do país, onde representa cerca de 10% da população.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos