Americanos apoiam acesso a iPhone para investigações do FBI, revela pesquisa

Washington, 22 fev (EFE).- Mais da metade dos americanos apoiam o governo em seu pedido para que a Apple desbloqueie os dados do iPhone do suspeito do ataque terrorista de dezembro em San Bernardino, na Califórnia, no qual morreram 14 pessoas, apesar da recusa da gigante tecnológica.

De acordo com uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo centro de pesquisa Pew, 51% dos americanos acredita que a Apple deveria desbloquear o iPhone para facilitar a investigação do FBI (polícia federal americana).

Apenas 38% dos entrevistados se posicionaram a favor da Apple, que justificou a recusa defendendo a proteção da privacidade dos usuários, o que originou uma batalha judicial entre ambos. Os 11% restantes não se pronunciaram sobre a questão.

A pesquisa mostra que 75% dos americanos conhecem ou ouviram falar da disputa entre a multinacional e o governo, que foi alvo de cobertura midiática e discussões ao longo da semana.

Além disso, o estudo indica que não é uma questão de ideologia política, já que tanto republicanos (56%) como democratas (55%) apoiam por maioria a posição do governo.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 21 de fevereiro com ligações telefônicas a 1.002 adultos em todo o país e tem margem de erro de 3,7%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos