PUBLICIDADE
Topo

Bélgica afirma que 117 jihadistas retornaram ao país após passar pela Síria

Em Bruxelas

22/02/2016 16h29

Pelo menos 117 jihadistas belgas retornaram ao país após terem passado um período na Síria do total de 451 combatentes desta nacionalidade detectados, informou nesta segunda-feira (22) o ministro do Interior da Bélgica, Jan Jambon, com base nos números do final de janeiro.

Do total de 451 combatentes, 197 procedem da região de Bruxelas e outros 105 da Antuérpia, detalhou o ministro em declarações ao jornal "Le Soir".

Deles, 269 se encontrariam ainda na Síria, seis estariam a caminho e 117 já retornaram, enquanto outros 59 não teriam chegado a sair do país.

A Bélgica é um dos países mais afetados da UE (União Europeia) pelo fenômeno dos chamados "combatentes estrangeiros", europeus que partem para zonas em conflito como a Síria ou Iraque para somar-se às fileiras jihadistas e retornam mais radicalizados.