Avião aborta decolagem no Japão e passageiros são retirados por incêndio

Tóquio, 23 fev (EFE).- Um incêndio em um motor obrigou nesta terça-feira que passageiros e tripulação fossem retirados de um avião da companhia Japan Airlines antes de sua decolagem, que foi abortada, no aeroporto de Chitose, na província de Hokkaido, no norte do Japão.

O avião, um Boing 737, abortou sua decolagem após o incêndio em uma de suas turbinas, o que fez com que a cabine da aeronave, onde havia 159 passageiros e seis membros da tripulação, ficasse cheia de fumaça.

O avião faria o trajeto de Chitose a Fukuoka, no sul do Japão, segundo detalhou a emissora pública "NHK".

O incêndio no motor aconteceu às 14h34 locais (2h34 de Brasília) quando a aeronave se dirigia à pista de decolagem e, por enquanto, as autoridades ainda estão investigando as causas do incidente.

Os passageiros e tripulantes foram retirados da aeronave com rampas infláveis e dois deles sofreram ferimentos leves após o incidente, informaram as autoridades japonesas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos