Irlanda finaliza eleições gerais mais incertas dos últimos anos

Dublin, 26 fev (EFE).- O dia de eleições na Irlanda terminou com uma participação que poderia chegar a 65% do eleitorado, em pleitos gerais marcados pela grande incerteza que rodeia o resultado final.

Pouco mais de três milhões de irlandeses estavam convocados às urnas para escolher entre 551 candidatos os 158 deputados que formarão a câmara baixa durante os próximos cinco anos.

Segundo a emissora pública irlandesa "RTE", duas horas antes do fechamento dos centros eleitorais a participação nas circunscrições de Dublin oscilava entre 43% e 68%.

Os analistas indicaram que a afluência mais alta na capital correspondia a áreas de classe trabalhadora e média, mais motivados, dizem, para castigar com seu voto as políticas de austeridade do Executivo de coalizão entre conservadores e trabalhistas que governou o país durante a última legislatura.

De acordo com as pesquisas, o Fine Gael (FG) do primeiro-ministro, o democrata-cristão Enda Kenny, e o Partido Trabalhista (LB), estariam longe de obter votos suficientes para alcançar juntos a maioria absoluta.

A apuração dos votos procedentes das 40 circunscrições irlandesas começará amanhã às 9h (horário local, 6h de Brasília).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos