Rússia garante ter interrompido totalmente seus bombardeios na Síria

Moscou, 27 fev (EFE).- A Rússia garantiu neste sábado que suas Forças Aéreas suspenderam totalmente os bombardeios na Síria desde a meia-noite (19h em Brasília), quando entrou em vigor o acordo de cessar-fogo alcançado com os Estados Unidos.

"Levando em conta a entrada em vigor de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU em apoio ao acordo de cessar-fogo entre Rússia e EUA, e para evitar qualquer possível erro ao realizar bombardeios, os caças-bombardeiros russos, incluídos os de longo alcance, não estão efetuando saídas sobre o território da Síria hoje, 27 de fevereiro", disse o chefe da direção principal do Estado-Maior, Sergey Rudskoi.

O general Sergey Kuralenko, chefe do Estado-Maior russo para a trégua na base de Khmeimim, indicou que a cessação total das ações russas "não significa que os terroristas do Estado Islâmico ou da Frente al Nusra possam respirar tranquilamente".

"Controlamos perfeitamente a situação em toda a Síria", acrescentou.

O representante do Ministério da Defesa indicou que "neste momento, as ações militares na Síria foram interrompidas em 34 cidades" da província de Hama.

E acrescentou que na província de Homs também alcançaram acordos de cessação de hostilidades com comandantes de campo que controlam as distintas cidades.

O responsável militar disse que estão controlando o cumprimento da trégua no território sírio com a ajuda de 70 aviões não pilotados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos