Papa pede resposta conjunta diante de "drama dos refugiados"

Cidade do Vaticano, 28 fev (EFE).- O papa Francisco pediu neste domingo à comunidade internacional "uma resposta conjunta" diante do "drama dos refugiados" e que seja encontrada uma solução "eficaz" à crise migratória.

Após a reza do Ângelus, o papa Francisco se referiu ao "drama dos refugiados que fogem das guerras e de outras situações desumanas" e também fez menção especial a outros países como a Grécia, por "estarem na primeira linha prestando um generoso socorro, que necessita da parceria de todas as nações".

"Uma resposta conjunta pode ser eficaz e distribuir seu peso de forma uniforme. Por isso, é necessário enfocar com decisão e sem reservas as negociações", acrescentou.

A Europa enfrenta um difícil conflito causado pela crise migratória, que pôs em dúvida por alguns países o Tratado de Schengen.

O espaço Schengen se baseia em um acordo assinado na cidade homônima, em Luxemburgo, em 1985, e garante a livre circulação de pessoas entre os países europeus signatários, que aboliram todos os controles internos e dispuseram uma única fronteira exterior.

Diante dos milhares de fiéis de todas partes do mundo que se aproximaram, Francisco também celebrou a cessação das hostilidades na Síria e desejou que o país consiga avançar "no caminho do diálogo e da paz".

"Recebi com esperança as notícias sobre a cessação das hostilidades na Síria, e convido todos a rezar para que esta oportunidade possa dar alívio à população que sofre, favorecendo a (entrada da) necessária ajuda humanitária, e abra o caminho tão desejado do diálogo e da paz", disse o papa.

lsc/cd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos