Mulher é detida em Moscou após passear com cabeça de menina assassinada

Moscou, 29 fev (EFE).- Uma mulher foi detida nesta segunda-feira em Moscou após andar pelas ruas da cidade segurança uma cabeça, aparentemente de uma menina que era cuidada por ela, informaram as autoridades do russas.

Antes, havia sido informado que o corpo decapitado de uma menina foi encontrado em um apartamento de Moscou quando os bombeiros foram ao local para apagar um incêndio.

Segundo a polícia, a mulher, de 39 anos, assassinou a menina aproveitando que seus pais estavam fora de casa e depois do fato ateou fogo no apartamento.

A detenção da mulher aconteceu na estação de metrô "Oktiabrskoye Pole", no norte da capital, quando ainda segurava a cabeça da menor.

Segundo uma porta-voz do comitê de instrução russo, Yulia Ivanova, citada pela agência digital "RBK", a detida era babá da criança e é cidadã de um país de Ásia Central.

Os investigadores disseram que quando os pais da criança -de entre 3 e 4 anos- saíram de casa com o filho mais velho, "por razões desconhecidas a babá assassinou a menina, ateou fogo no apartamento e saiu da casa" levando consigo a cabeça da vítima.

Mais tarde, por volta das 11h25 local, a polícia fechou a estação de metrô "Oktiabrskoye Pole" depois que uma mulher vestida de preto e usando um véu, apareceu com uma cabeça na mão gritando "Allahu Akbar" (Alá é grande).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos