Tribunal confirma Touadéra como presidente da República Centro-Africana

Bangui, 1 mar (EFE).- O Tribunal Constitucional da República Centro-Africana confirmou nesta terça-feira a vitória de Faustin-Archange Touadéra nas eleições presidenciais realizadas em 14 de fevereiro e que obteve 63% dos votos.

A corte respaldou o resultado anunciado no final do mês pela Comissão Eleitoral, que proclamou a vitória de Touadéra no segundo turno sobre Anicet-Georges Dologuélé, que alcançou 37% dos votos.

A apuração devia ser ratificada pelo Tribunal Constitucional, que anulou os resultados das legislativas realizadas em dezembro por irregularidades, e ordenou que voltassem a acontecer junto ao segundo turno das presidenciais em fevereiro. Touadéra, que concorreu como candidato independente, obteve 695.559 votos.

O professor de matemática e ex-reitor da Universidade de Bangui, foi primeiro-ministro durante a gestão de François Bozizé.

O segundo turno das presidenciais e as legislativas registraram uma participação de 61%, de acordo com o presidente do Tribunal Constitucional, Zacharie Ndouba. A eleição do novo presidente e do parlamento da República Centro-Africana marca o final da violenta transição do país, imerso em uma grave crise militar e política desde 2013.

"É hora de trabalhar para responder as expectativas das pessoas que puseram sua esperança no presidente Faustin-Archange Touadéra", disse à Agência Efe Aime Bizon, advogado do recém-eleito presidente, após conhecer o anúncio do Tribunal.

A eleição de Touadéra deve servir para avançar rumo à reconciliação em um país onde a violência sectária causou milhares de mortes e obrigou cerca de 1 milhão de pessoas a abandonar seus lares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos