Banco Central mantém taxas de juros em 14,25% ao ano

Rio de Janeiro, 2 mar (EFE).- O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira manter as taxas de juros em 14,25% ao ano, seu maior nível em nove anos, para tentar controlar a inflação e apesar da recessão no país.

A decisão levou em conta a "elevação das incertezas internas e, principalmente, externas" da economia, além das perspectivas de inflação, segundo um comunicado da entidade, que usou os mesmos termos que em sua última reunião.

Esta é a quinta vez consecutiva que o Banco Central decide manter as taxas em 14,25% em suas reuniões periódicas, realizadas a cada um mês e meio.

O resultado oficial do Produto Interno Bruto (PIB) de 2015 será divulgado amanhã e, segundo especialistas consultados na pesquisa Focus em janeiro, sofrerá contração de cerca de 3,71%, o que representaria a recessão mais aguda vivida no Brasil nos últimos 25 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos