Londres elogia "robustas medidas" adotadas contra a Coreia do Norte

Londres, 2 mar (EFE).- O ministro das Relações Exteriores britânico, Philip Hammond, elogiou nesta quarta-feira as "robustas medidas" que o Conselho de Segurança da ONU adotou contra a Coreia do Norte em represália por seus últimos testes nucleares.

"O fato de que a resolução tenha sido aprovada por unanimidade demonstra que a comunidade internacional está preparada para adotar medidas duras em resposta a essa classe de violações", disse Hammond em comunicado.

"Trabalhamos nessas robustas medidas desde o teste nuclear ilegal por parte da Coreia do Norte de 6 de janeiro", detalhou o chefe da diplomacia britânica.

Hammond sustentou que a resolução, que inclui limitações ao comércio com a Coreia do Norte e obrigará todo o mundo a inspecionar cargas com origem e destino ao país, irá ajudar a colocar um fim à "ilícita proliferação" de testes atômicos por parte de Pyongyang.

"A Coreia do Norte deve terminar com essas provocações e dar passos tangíveis em direção a se reintegrar de maneira construtiva na comunidade internacional", afirmou o ministro das Relações Exteriores britânico.

"Se a vontade do país for mudar seu atual enfoque e dar passos concretos para recuperar as relações, se dará conta de que a comunidade internacional quer responder de forma positiva", acrescentou Hammond.

Se Pyongyang continuar pelo mesmo caminho, por outro lado, "dando prioridade ao desenvolvimento de seu programa nuclear e de mísseis balísticos, ao invés de melhorar o bem-estar de sua própria gente, afrontará ainda mais isolamento e ações do Conselho de Segurança", afirmou o chefe do Foreign Office.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos