Netanyahu quer exilar famílias de agressores palestinos em Gaza

Jerusalém, 2 mar (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, pediu ao procurador-geral que autorize a deportação de parentes de agressores palestinos da Cisjordânia à Faixa de Gaza , informou nesta quarta-feira o jornal israelense "Ha'aretz".

"Acho que isto reduziria enormemente as atividades terroristas contra Israel, seus cidadãos e seus moradores", escreveu hoje o chefe do governo ao procurador-geral, Avijai Mandelblit.

Na carta, Netanyahu explicou que os denominados "lobos solitários", que atacam israelenses sem pertencer a nenhuma infraestrutura terrorista nem receber ordens de ninguém, procedem às vezes de famílias que os apoiam e os encorajam a ser violentos, por isso pediu aconselhamento legal sobre "permitir a transferência de familiares que apoiam o terror à Faixa".

O "Ha'aretz" ressaltou que o primeiro-ministro solicitou a opinião legal, apesar de Mandelblit já ter deixado clara sua posição, de que exilar as famílias dos agressores vai contra a legislação israelense e a lei internacional.

Netanyahu, no entanto, quer conseguir a aprovação deste plano que, sua sua opinião, derivará em um grande mecanismo de dissuasão para os agressores.

A região vive há meses, desde outubro, uma onda de ataques palestinos contra israelenses, na maioria dos casos esfaqueamentos.

Neste período morreram 185 palestinos, dois terços deles ao realizar ou tentar cometer ataques confirmados ou supostos, e o resto em confrontos com as forças de segurança israelenses. Tambem morreram 30 israelenses, dois estrangeiros e um palestino vítimas desses ataques.

Segundo o Ministério de Relações Exteriores israelense, nos últimos cinco meses agressores palestinos realizaram ou tentaram cometer 192 esfaqueamentos, 76 ataques com disparos e 39 atropelamentos propositais, dados que são questionados pelas autoridades palestinas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos