Cardeal australiano se compromete a trabalhar em ajuda a vítimas de abusos

Roma, 3 mar (EFE).- O cardeal e ex-arcebispo australiano George Pell se comprometeu nesta quinta-feira a trabalhar com os grupos de ajuda às vítimas de pedofilia, depois de se reunir em Roma com famílias afetadas, na Igreja Católica da Austrália.

Ao sair da reunião em um hotel da capital italiana, o cardeal, que prestou depoimentos nos últimos quatro dias por videoconferência no processo pelos abusos a menores cometidos pelo clero australiano, explicou que foi um encontro "duro, emocionante e honesto".

"Eu me proponho a continuar ajudando o grupo (de vítimas) junto com os comitês e agências que temos em Roma e especialmente com a Comissão pontifícia de proteção de menores", afirmou.

O cardeal também declarou que se comprometerá a trabalhar "com a população de Ballarat (a cidade australiana onde ocorreram os abusos) e das áreas próximas", ao explicar que conhece muitas das famílias da região e a "bondade" desta gente.

"Uma bondade que não se extinguiu apesar do mal que ocorreu. Todos queremos fazer com que as coisas melhorem, especialmente para os sobreviventes e suas famílias", disse.

O "ministro" de Economia vaticano e arcebispo de Melbourne na pepoca dos fatos também se referiu ao drama dos suicídios que ocorreram entre as vítimas dos abusos por padres australianos.

"Eu me comprometo a trabalhar com o grupo para impedir isto de modo que o suicídio não seja uma opção para aqueles que sofrem. Eu também, apesar da distância, quero ajudar para fazer de Ballarat um modelo e um lugar melhor", acrescentou.

Além disso apoiou a possibilidade de se criar na cidade "um centro de desenvolvimento para melhorar a recuperação e proteção".

Cardeal Pell prestou depoimento nos últimos quatro dias em meio ao processo pelos abusos a menores cometidos entre as décadas de 1970 e 1990 nas cidades australianas de Ballarat e Melbourne. A reunião do cardeal com as vítimas durou uma hora e meia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos