Editora de jornal chinês é demitida após crítica implícita a Xi Jinping

Pequim, 3 mar (EFE).- Uma editora de um dos jornais mais prestigiados da China, o cantonês "Southern Metropolis Daily", foi despedida por elaborar uma capa na qual, supostamente, criticava com uma mensagem implícita a censura contra os veículos de comunicação por parte do presidente do país, Xi Jinping.

Segundo relatou o jornal "South China Morning Post", de Hong Kong, a editora Liu Yuxia foi demitida da publicação e seu superior, o redator-chefe Wang Haijun, foi "sancionado gravemente", por causa da capa publicada em 20 de fevereiro.

Nela, a manchete principal citava uma frase do presidente Xi durante sua visita recente à sede da televisão estatal chinesa "CCTV", na qual pedia fidelidade dos meios oficiais ao Partido Comunista e, embaixo desta notícia, tinha colocado outra sobre o funeral de um histórico líder do regime chinês.

Aparentemente, as duas notícias não tinham relação entre si, mas as manchetes das duas combinadas podiam formar a frase "os meios do Partido entregaram sua alma ao mar", o que alguns viram como uma crítica ao ferrenho controle das informações exercido pelo presidente da China.

A demissão de Liu, que tinha trabalhado nos três últimos anos na elaboração de capas para o jornal, foi lamentada por seus colegas de redação, que a descreveram como "um dos melhores editores no jornal" e expressaram tristeza pela decisão de seus superiores.

O analista Zhang Lifan afirmou em declarações ao "South China Morning Post" que a demissão de Liu lembra "campanhas contra slogans contrarrevolucionários que remontam aos tempos da Revolução Cultural" (1966-76).

O especialista destacou que as pressões que o governo de Xi está exercendo sobre o meio jornalístico forçaram muitos profissionais do setor a deixarem os veículos convencionais, mas muitos se reciclaram e passaram a utilizar as plataformas online.

No entanto, o regime comunista também lançou uma campanha contra o jornalismo na internet e no mês passado suspendeu mais de 580 contas nas redes sociais, entre elas a de comentaristas populares. EFE

abc/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos