Inundações em Angola deixa 24 mortos e dezenas de desaparecidos

Nairóbi, 3 mar (EFE).- Pelo menos 24 pessoas morreram e dezenas permanecem desaparecidas por causa dos fortes chuvas que nos últimos dias afetaram o sudeste de Angola, informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Uma das cidades mais afetadas foi Lubango, onde o aumento do rio arrasou um mercado local onde muitos jovens angolanos se congregam normalmente para lavar carros e bicicletas.

Pelo menos 24 pessoas morreram arrastadas pela correnteza, segundo informou a agência de notícias angolana "Angop", embora o número possa aumentar nas próximas horas já que cerca de 30 pessoas seguem desaparecidas na zona.

A temporada de chuvas em Angola, que normalmente ocorre entre fevereiro e maio, traz fortes precipitações e inundações que costumam provocar dezenas de mortes todos os anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos