Ibovespa reage com forte alta a operação contra Lula

São Paulo, 4 mar (EFE).- A bolsa de São Paulo reagiu nesta sexta-feira com fortes altas após a deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato, pela qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi alvo de mandado de condução coercitiva por seu suposto envolvimento no escândalo de corrupção na Petrobras.

O índice Ibovespa chegou a subir 6% por volta das 10h30, ultrapassando a barreira de 50 mil pontos, e às 13h15 avançava 4,23%, impulsionado principalmente pelas altas dos títulos de estatais como Petrobras ou Banco do Brasil. Já o dólar comercial chegou a despencar mais de 3%, para R$ 3,65, mas às 14h amenizou a queda para 1,89%, sendo cotado a R$ 3,73.

Analistas do mercado financeiro relacionaram o avanço da bolsa com a nova fase da operação que investiga a corrupção na Petrobras.

De acordo com Rafael Figueiredo, analista da corredora Clear Investimentos, os investidores apostam em uma mudança de governo devido ao descontentamento com a política econômica adotada pelo governo da presidente Dilma Rousseff.

Para Figueiredo, a operação contra Lula, que foi levado pela Polícia Federal para prestar depoimento no aeroporto de Congonhas, fragiliza o PT.

"Os investidores acreditam que o enfraquecimento do PT dará força à economia", disse.

Já Ignacio Crespo, analista da Guide Investimentos, afirmou que o mercado sobe cada vez que há indícios de que "um novo líder político possa assumir o poder".

"Os mercados reagem positivamente às notícias que envolvem a cúpula do PT, já que isso diminui a probabilidade de o PT continuar no poder, seja agora ou nas próximas eleições", argumentou.

Em entrevista coletiva concedida hoje na sede da Polícia Federal em Curitiba, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) que investiga o escândalo na Petrobras, disse que o conjunto de indícios contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção é "bastante significativo".

Já o instituto do ex-presidente denunciou que a operação contra ele representa uma "agressão ao Estado de Direito".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos