Japão ordena suspensão de obras de nova base dos EUA em Okinawa

Tóquio, 4 mar (EFE).- O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, ordenou nesta sexta-feira a suspensão das obras de construção da nova base militar americana de Futenma na cidade de Okinawa (sudoeste), pelas quais travam uma batalha legal com o Governo local.

"O governo decidiu aceitar o plano de acordo (com Okinawa) proposto por um tribunal", que inclui a suspensão das obras, disse o ministro de Defesa japonês, Gen Nakatani, em declarações publicadas pela agência local "Kyodo".

O Governo Abe disputa há meses com o governo de Okinawa a mudança da base de Futenma desde sua localização atual para a baía de Henoko, ao norte da ilha principal da cidade.

O governo japonês tinha ordenado no mês de novembro do ano passado continuar com a construção do novo complexo, apesar de o governador de Okinawa, Takeshi Onaga, tenha revogado pouco antes a licença de obras, uma permissão que tinha sido concedido pelo Executivo local anterior.

O governo central e o da cidade mantêm três litígios nos tribunais por causa deste assunto que poderiam agora ser resolvidos, já que o plano de acordo propõe que sejam retirados todos os processos e sejam realizadas novas conversas para resolver definitivamente a questão, segundo a emissora pública "NHK".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos