Juíza suspende nomeação de Wellington César Lima como ministro da Justiça

Brasília, 4 mar (EFE).- Por meio de uma liminar, a juíza federal Solange Salgado, da Primeira Vara da Justiça Federal de Brasília, suspendeu a nomeação do procurador Wellington César Lima como novo ministro da Justiça, cargo que assumiu na quinta-feira.

A medida segue o pedido feito pelo deputado Mendonça Filho (DEM-PE), que alegou que Lima desempenhava a função de procurador do Ministério Público e a Constituição não permite que funcionários do órgão ocupem outra posição na administração pública.

"Isso não impede, contudo, que o senhor Wellington César Lima seja novamente designado para o cargo" de ministro, sempre e quando "houver a necessária desvinculação, por exoneração ou aposentadoria, se for o caso, do que já ocupa no Ministério Público", diz a sentença do Tribunal Regional Federal de Brasília.

O novo ministro, de 50 anos, é advogado e assumiu o cargo na quinta-feira, em substituição de José Eduardo Cardozo, que renunciou após cinco anos à frente da pasta.

O Ministério da Justiça ainda não comentou a liminar, que segundo outras fontes oficiais consultadas pela Agência Efe pode ter recurso apresentado pela Advocacia-Geral da União, que desde quinta-feira está a cargo do agora ex-ministro José Eduardo Cardozo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos